A cabeça das mulheres

BLOG TATIANA LEITE

Incrível como a gente sempre arruma motivo pra reclamar sobre alguma coisa no nosso corpo, né? Quando eu era pequena sofria por ser a aluna mais alta da turma, a mais magrela, meu cabelo super cheio e muitas outras coisas que enxergava como algo ruim por serem motivos de tiração de onda. Daí quando a gente cresce continua procurando alguma imperfeição, tem muita mulher que é assim. Hoje eu encontro algumas limitações em algumas roupas que quero usar, mas não ficam legais pro meu tipo de corpo. Escuto de muitas pessoas que quando a gente é magra e alta tudo fica bem, mas não é bem assim. Eu amo body, cropped e short cintura alta, porém essas são peças que não vestem legal em mim, os bodys não cabem, como sou grande eles ficam tão esticados que não é uma imagem muito bonita haha, com cropped eu me acho a própria nadadora, pois enxergo meus ombros muito largos e short cintura alta eu nunca encontro nenhum que sirva, quando acho algum 36 que não fique folgado na cintura fico com metade do bumbum de fora haha vestidos apertados fazem eu me sentir um graveto e calças jeans são super difíceis de encontrar meu tamanho. Ao mesmo tempo que muita top model sofre na dieta pra se manter super esquelética tem muita magrinha que queria ter um corpão, as pessoas sempre vão querer dar pitaco sobre o que é bonito ou não.

Blog Tatiana Leite cabeça feminina

O bacana é a gente entender o nosso corpo, tentar transformar o que achamos que é um defeito em uma qualidade, reconhecer o que temos de bom e tentar destacar o que gostamos. A grama do vizinho sempre parece ser mais verde, queria ser baixinha pra usar mais salto, mas tem muita baixinha que daria tudo pra ser alta. A moral da história é que a moda, apesar de parecer uma ditadura, existe pra gente ser inteligente e usar ela a nosso favor, de forma que a gente se sinta confortável, vista o que quer e tente desencanar de tanta coisa que a gente fica procurando pra reclamar. Muitas vezes esses defeitos todos nem existem e não tem nada melhor do que aceitar o próprio corpo e a sua personalidade, respeitando as limitações e tentando ver o lado bom das coisas. Compreender o corpo não significa deixar de ter vaidade ou deixar de se cuidar, mas sim se conhecer melhor. As mulheres têm outro defeito de não aceitar elogios. Quando seu namorado, pai, amiga, irmão, e qualquer pessoa que seja lhe fizer um elogio simplesmente aceite, não rebata dizendo “ah, você é doido? Isso não tem nada de bonito”, apenas escute e agradeça. Tente se ver um pouco como os outros e reconheça o quanto você pode ser linda e não percebe!

LIBERDADE BLOG TATIANA LEITE

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s